Já conhecemos as diferenças entre os serviços de rede, abordamos isso no post anterior, mas se tratando de conexão é essencial pensar em segurança de disponibilidade.  No entanto, como poderíamos fazer isso de forma eficaz? Antes é preciso entender que a disponibilidade está relacionada a forma como um link de internet se comporta em diferentes situações e ninguém quer sofrer prejuízos por conta quedas e oscilações de sinal.

É nesse ponto que o link de redundância entra, possibilitando que os usuários da rede atuem com uma estrutura de alta disponibilidade. Isso significa que se o link falhar, a demanda de dados é substituída de forma dinâmica para um outro meio, garantindo o funcionamento sistêmico de forma continuada, ou seja, sem interrupções. Por tanto, se existir algum problema, o usuário terá uma opção alternativa para atender suas demandas e assim não ficará na mão. 

O interessante é que essa conexão secundária seja disponibilizada por um mediador diferente. Por exemplo, em situações de interferências físicas, como a queda de um poste na região onde os cabos de fibra passam, o ideal seria a aplicação de um link secundário via rádio (método sem fio).

Com a redundância, os usuários recebem o tráfego dos dois servidores de forma igualmente distribuída. Neste cenário, caso ocorra falha em um deles, o tráfego é redirecionado para apenas um servidor e o mesmo  continuará funcionando normalmente. Dessa forma, a operação é mantida estável, viabilizando o reparo sem causar perdas para sua empresa.   

Com o link de redundância da Netsun sua empresa tem a garantia de segurança e ainda conta com um monitoramento em tempo real, SLA de até 4 horas e atendimento 7 x 24 x 365.

Precisando de um link de redundância? Entre em contato conosco e saiba mais!