Já estamos cansados de saber que os ataques Ransomware estão entre os que mais cresceram em 2021.  Esse tipo de golpe possui diversas vertentes, mas de maneira simples, se trata de um malware nocivo que infecta e impossibilita o acesso ao sistema, de forma que só pode ser restabelecido após pagamento de um resgate em criptomoedas.

O número de empresas atingidas aumentou consideravelmente e a preocupação que isso implica, na maioria dos casos, não tem precedentes. De acordo com dados do relatório divulgado pela Inflobox, o Brasil está em quinto lugar no ranking de países mais afetados por ataques dessa magnitude. Setores da educação, saúde e varejo foram os mais atingidos.

O levantamento também mostra que o prejuízo mundial chegou à marca de 20 bilhões de dólares e um exemplo desse tipo de golpe; aconteceu recentemente com a Lojas Renner. Em agosto um sequestro virtual deixou o sistema e parte dos canais virtuais fora do ar. Em comunicado oficial, a empresa negou o pagamento do resgate e montou uma força tarefa para restaurar toda a operação afetada, que durou cerca de dois dias.

O que aconteceu com a gigante varejista não é um caso isolado e só evidencia a carência que ainda existe em relação a proteção de dados. Infelizmente as táticas dos cibercriminosos mudam e se aperfeiçoam a todo o momento, fazendo com que as corporações também tenham que aperfeiçoar a segurança ou correr atrás do prejuízo.

Segundo o portal de notícia CIO, um ataque do tipo Ransomware pode gerar custos que vão muito além do pedido de resgate dos criminosos. Especialistas em tecnologia afirmam que o sequestro de um sistema pode impactar a empresa por dias e até meses depois do ocorrido. Além de afetar a credibilidade que a empresa deveria manter para com seus clientes, que deixam de acreditar que a instituição tem capacidade para lidar com suas informações e dados. Isso sem falar dos custos para restaurar o que foi danificado e implantar um sistema mais robusto e eficiente.

Quer saber mais sobre ataques cibernéticos? Continue acompanhando nossas notícias!